A revolução da IA: como a Intel e a AMD estão moldando o Windows 12

Boatos sobre Windows 12 sugerem que MicrosoftO próximo sistema operacional terá uma integração significativa de inteligência artificial. Embora os detalhes permaneçam incertos, é provável que a IA desempenhe um papel proeminente, semelhante a tecnologias como Copilot e ChatGPT que já estão sendo incorporadas aos produtos da Microsoft. No entanto, o foco agora parece estar nos processadores, com ambos Intel e AMD trabalhando em núcleos especializados para suporte de IA.

processador intel amd ai

O papel da IA ​​no Windows 12

Embora a Microsoft não tenha confirmado oficialmente o Windows 12, está claro que a IA será um componente chave. Tecnologias de IA como ChatGPT chegaram à Microsoft borda e Office, sugerindo uma integração mais ampla em todo o sistema operacional. Os detalhes exatos de como a IA será usada ainda estão em segredo, mas parece que os processadores desempenharão um papel crucial no apoio ao trabalho local de IA.

Estratégias de integração de IA da Intel e da AMD

Embora os detalhes específicos sejam limitados e sujeitos a alterações, veja como a Intel e a AMD estão planejando integrar IA em futuros sistemas Windows 12:

  1. Ryzen AI e XDNA AI da AMD: A AMD está adotando uma abordagem única com seu mecanismo Ryzen AI, construído sobre a arquitetura XDNA AI. O Ryzen AI inclui várias unidades projetadas especificamente para tarefas de IA. Estas unidades são altamente eficientes e capazes de lidar com até 10 trilhões de cálculos por segundo (10 TOPS). O foco principal do Ryzen AI é gerenciar tarefas diárias relacionadas à IA. A AMD também está trabalhando no desenvolvimento de ferramentas robustas para oferecer suporte a vários modelos de IA, especialmente em colaboração com a Microsoft para Windows 12.

    É importante notar que os cenários de aplicação do Ryzen AI são atualmente limitados, com apenas algumas ferramentas de terceiros utilizando seu potencial. Esses aplicativos incluem geração de imagens e certas ferramentas de videoconferência.

  2. NPUs (unidades de processamento neural) da Intel: A Intel não fica para trás e está incorporando Unidades de Processamento Neural (NPUs) em seus processadores, principalmente na série Meteor Lake, agora chamada de Core Ultra. Essas NPUs são projetadas para serem independentes da CPU e GPU, concentrando-se exclusivamente em tarefas de IA. Eles são altamente eficientes em termos energéticos e podem lidar continuamente com cargas de trabalho de IA. As NPUs também podem complementar a CPU e a GPU, especialmente durante tarefas de baixa carga. Esses núcleos são otimizados para tarefas fixas ou programáveis ​​usando hardware especializado.Lago de meteoros Intel npu

    A Intel está trabalhando para oferecer uma plataforma abrangente, incluindo drivers, bibliotecas, compiladores e APIs de alto nível como OpenVINO, para oferecer suporte a NPUs. A Microsoft já está se beneficiando dos NPUs da Intel, com integração de IA no Office, Windows Studio Effects, Teams e DirectML, criando um ecossistema robusto de IA.

Conclusão

A integração da IA ​​nos computadores domésticos está avançando rapidamente, com a Intel e a AMD na vanguarda. O CEO da Intel, Pat Gelsinger, enfatizou a importância dos PCs com IA, marcando uma mudança significativa na inovação tecnológica. Espera-se que o mercado de PCs veja uma evolução crítica em 2024, impulsionada principalmente pela IA. Embora o potencial total do software não seja esperado antes de 2055, tanto a AMD como a Intel já estão a fazer progressos significativos para dominar este segmento.

A Intel detém uma posição dominante no mercado de processadores, mas isto representa uma excelente oportunidade para a AMD oferecer soluções competitivas de IA. O futuro do Windows 12 e da integração de IA promete desenvolvimentos interessantes que moldarão o cenário da computação nos próximos anos.