Razões pelas quais alguém não gostaria de uma Smart TV

Quem não seria tentado pelo fascínio de um Smart TV? É uma pergunta que implora descrença. Se alguém nos oferecesse tal televisão, que motivos haveria para recusar? Surpreendentemente, existem considerações válidas que podem levar alguém a dizer não. Esses fatores frequentemente negligenciados fornecem uma perspectiva alternativa em meio à mania generalizada de televisores inteligentes.

É compreensível que você esteja determinado a comprar uma Smart TV, com os pensamentos consumidos por esse desejo de manhã à noite. No entanto, e se não for uma ideia tão brilhante, afinal? E se você pudesse economizar algumas centenas de dólares explorando opções alternativas? Vamos nos aprofundar nos vários motivos que podem fazer você mudar de ideia.

TV-inteligente

Seu preço é muito alto

Você pode argumentar que existem modelos acessíveis de Smart TV disponíveis. No entanto, é crucial questionar se eles realmente oferecem desempenho adequado. Escolher uma smart TV não é tão simples quanto parece. Vários fatores precisam ser considerados, como a relação entre resolução e tamanho da tela. Fazer uma escolha mal informada pode resultar em uma tela sem nitidez de imagem, com pixels que falham em fornecer qualidade ideal. O resultado? Uma exibição potencialmente embaçada.

Além disso, o tipo de painel usado na televisão desempenha um papel significativo. Como você provavelmente já encontrou em recomendações e guias, os painéis OLED oferecem um nível superior de qualidade. No entanto, eles também vêm com um preço mais alto. Por outro lado, os painéis de LED são mais acessíveis, mas não exibem ricos tons de preto, o que é essencial para assistir filmes e experiências de jogos imersivas. Portanto, a conclusão é clara: embora uma Smart TV possa fornecer excelente qualidade de imagem, muitas vezes ela tem um custo considerável. Modelos baratos não oferecem o mesmo nível de desempenho e experiência visual.

Questões de segurança

Uma consideração importante quando se trata de Smart TVs é a exposição a riscos e problemas de segurança devido à sua conectividade com a Internet. Assim como qualquer outro dispositivo online, uma Smart TV pode ser vulnerável a várias ameaças. O sistema operacional da TV pode ser infectado ou alvo de hackers remotos, colocando em risco os dados e contas de usuários armazenados no dispositivo.

Além disso, vale a pena notar que os invasores podem explorar o acesso à sua televisão para propagar vírus e malware para outros dispositivos conectados à mesma rede. Essas infecções podem ocorrer por meio da instalação inadvertida de aplicativos maliciosos ou outros meios, dificultando a garantia de proteção completa.

É fundamental priorizar as medidas de segurança, como manter o software da TV atualizado, usar senhas fortes e exclusivas e ter cuidado com os apps e conteúdos acessados ​​no aparelho. Ao tomar as devidas precauções, você pode mitigar alguns dos riscos associados às Smart TVs e proteger seus dados pessoais e sua rede contra possíveis ameaças.

Eles não são os melhores para jogos

Ao considerar Smart TVs, é importante entender o raciocínio por trás das preocupações de alguns usuários. Embora uma Smart TV equipada com tecnologia 4K possa oferecer um desempenho visual espetacular, existe uma falha em potencial que pode ter passado despercebida: a fluidez da taxa de quadros. Muitas TVs baratas disponíveis nas lojas podem não garantir desempenho acima de 60 Hz, o que pode ser uma limitação para jogos online, onde os resultados ideais geralmente são alcançados em 120 Hz.

Se você se envolver principalmente em jogos de computador, poderá ignorar as limitações da TV. No entanto, se você participa frequentemente de jogos online competitivos, isso pode colocá-lo em desvantagem em relação aos seus rivais. Essa situação pode levar você a reconsiderar sua compra, principalmente se o jogo for um fator importante para você. É essencial avaliar cuidadosamente as especificações e capacidades de uma Smart TV, garantindo que ela atenda aos seus requisitos específicos, especialmente se o jogo for uma prioridade.

Talvez um monitor ajude

Muitos usuários optaram por desistir de comprar uma Smart TV em favor de adquirir um monitor, e há várias razões por trás dessa decisão. Em primeiro lugar, o uso da televisão tradicional diminuiu significativamente nos últimos tempos. Se você não tem intenção de conectar uma antena à sua tela, um dos principais motivos para comprar uma TV se torna irrelevante. Com um monitor, você pode obter praticamente a mesma funcionalidade de uma TV conectando-a a um dispositivo compatível. Por exemplo, você pode conectar um console de jogos como PlayStation 5 ao monitor e desfrute de aplicativos de jogos e streaming sem problemas.

Uma grande vantagem de usar um monitor é que ele não vem com nenhum conteúdo, interface ou sistema operacional pré-instalado. Isso lhe dá a liberdade de conectar a tela a qualquer dispositivo que desejar. Além disso, ao incorporar um chromecast dispositivo, você pode acessar vários aplicativos e desfrutar de uma experiência semelhante à de uma Smart TV. Os monitores são particularmente adequados para resolver a limitação da taxa de quadros discutida anteriormente, tornando-os uma escolha preferencial para jogos. Eles também oferecem uma gama mais ampla de opções em termos de modelos de tamanho menor, normalmente recomendados para jogos, com tamanhos abaixo de 32 polegadas sendo escolhas populares.

Outros motivos

De fato, explorar essa linha de pensamento leva a várias conclusões que sustentam a noção de não necessariamente precisar de uma Smart TV para desfrutar de uma ampla gama de possibilidades de visualização e uso. É importante considerar que as Smart TVs dependem muito da conectividade com a Internet para utilizar totalmente seus recursos. No entanto, se você não tiver uma conexão de internet estável ou de alta velocidade em casa, talvez não consiga tirar proveito de muitos de seus recursos, tornando-os menos úteis.

Além disso, alguns usuários expressaram preocupação com a dificuldade de consertar Smart TVs, especialmente com o passar do tempo após o lançamento inicial. Os fabricantes atualizam regularmente seus catálogos, muitas vezes deixando para trás os modelos mais antigos. Se você encontrar um problema com sua Smart TV fora do período de garantia, pode ser difícil encontrar serviços de reparo para ela. Embora essas considerações possam influenciar sua decisão, é crucial pesar cuidadosamente os possíveis sacrifícios que você faria ao optar por uma TV que não seja Smart TV. Em última análise, depende de suas necessidades e preferências específicas. Um monitor é uma escolha mais adequada para você em vez de um modelo de Smart TV mais avançado? Isso é algo que você deve considerar cuidadosamente.