Razões para comprar um laptop instalado com Linux ou FreeDOS

Quando se trata de comprar um novo laptop, existem vários fabricantes que oferecem aos usuários a escolha entre pré-instalados Windows sistema operacional, um Linux distribuição, ou mesmo FreeDOS para baixar o preço total. Então, qual opção é a melhor?

A resposta a essa pergunta depende muito de nossas necessidades específicas e do uso pretendido do dispositivo. Se estamos considerando a possibilidade de escolher um laptop com distribuição Linux, aqui estão cinco razões convincentes pelas quais ele pode ser uma excelente escolha.

Notebook Linux instalado

Um laptop sem Windows é mais barato

A compra de uma licença do Windows 11 pode custar cerca de 100 euros, embora existam opções mais baratas, como as licenças do Windows 10 na Amazon por pouco mais de 15 euros. Essas licenças do Windows 10 podem ser utilizadas para atualizar para o Windows 11 sem problemas. Ao comprar um computador com o Windows pré-instalado, somos obrigados a pagar uma taxa adicional ao fabricante pela licença, uma vez que não está incluída no preço base do computador. Ao optar por um modelo sem Windows pré-instalado, podemos poupar mais de 100 euros.

O dinheiro economizado ao escolher um laptop sem o Microsoft O sistema pode ser bem aproveitado investindo em componentes melhores pelo mesmo preço de um modelo que vem com o Windows pré-instalado. Isso nos permite aprimorar o desempenho geral e os recursos do laptop dentro do mesmo orçamento.

Linux é grátis

Ao contrário do Windows, muitas distribuições Linux populares, como Ubuntu, estão disponíveis gratuitamente e oferecem funcionalidade semelhante e uma interface amigável. O Ubuntu, em particular, é uma escolha confiável com um design que lembra o Windows. Além disso, como o Windows, o Ubuntu fornece suporte de longo prazo e atualizações regulares, garantindo que os usuários possam se beneficiar de melhorias contínuas e evitar serem deixados para trás após a instalação inicial. Esse nível de suporte diferencia o Ubuntu das distribuições Linux menos populares que podem não oferecer a mesma longevidade ou ampla assistência da comunidade.

Instale o Ubuntu 22.04 - 10

Está correto. Se mudarmos de ideia ou precisarmos usar o Windows para fins específicos, sempre podemos optar por instalá-lo manualmente no laptop e ativá-lo com uma licença. No entanto, ao optar por uma distribuição Linux desde o início, podemos economizar dinheiro que seria gasto em uma licença do Windows. Essa flexibilidade nos permite ter mais controle sobre nossas despesas e alocar nosso orçamento em outros componentes ou atualizações para o laptop.

Aplicações de todos os tipos

Embora o Linux possa não oferecer aplicativos como Photoshop or Microsoft Office, existem excelentes alternativas disponíveis que podem atender às suas necessidades. Para edição de imagens, GIMP é um poderoso aplicativo de código aberto que ganhou a reputação de “alternativa gratuita ao Photoshop”. Ele fornece uma ampla gama de ferramentas e recursos para edição de imagens.

Quando se trata de criar documentos, o conjunto de aplicativos incluídos no LibreOffice é mais do que capaz de atender às suas necessidades de documentos de texto, planilhas, apresentações e muito mais.

Uma vantagem dos aplicativos Linux é sua otimização e privacidade. Eles geralmente são projetados para serem leves e eficientes, resultando em um desempenho mais suave em seu sistema. Além disso, as distribuições do Linux tendem a priorizar a privacidade e a segurança, oferecendo mais controle sobre seus dados em comparação com o Windows ou macOS.

O equipamento funcionará sem problemas

A compatibilidade de hardware com distribuições Linux é geralmente excelente, permitindo um funcionamento perfeito em laptops e computadores de mesa. Os usuários não encontrarão limitações significativas além de encontrar aplicativos alternativos semelhantes aos comumente usados ​​no Windows. Muitos fabricantes não apenas fornecem suporte para drivers do Windows, mas também oferecem a opção de baixar drivers específicos para sistemas Linux.

Para otimizar totalmente o desempenho do hardware, pode ser necessário instalar drivers proprietários lançados pelos fabricantes. Isso é particularmente relevante para placas gráficas ou adaptadores Wi-Fi, onde os drivers proprietários podem aprimorar a funcionalidade e fornecer melhor desempenho. Ao instalar esses drivers, os usuários podem garantir que estão obtendo o potencial máximo de seus componentes de hardware.

Mais segura

É importante esclarecer que descrever o Windows como o sistema operacional mais usado não implica que ele seja inerentemente inseguro. Devido à sua ampla popularidade, os agentes mal-intencionados geralmente visam dispositivos Windows com suas atividades, desenvolvendo software projetado para explorar vulnerabilidades nesses sistemas. Por outro lado, Linux e macOS têm uma participação de mercado comparativamente menor, tornando-os alvos menos atraentes para tais ataques.

Quanto maior o número de dispositivos suscetíveis a uma vulnerabilidade, maiores as oportunidades para os agentes mal-intencionados atingirem seus objetivos. Dada a quota de mercado do Windows, que se aproxima dos 90%, apresenta uma superfície de ataque maior. No entanto, deve-se observar que tanto o Linux quanto o macOS não são imunes a ameaças de segurança. A segurança de um sistema operacional depende de vários fatores, incluindo a implementação de medidas de segurança robustas, atualizações regulares de software e conscientização do usuário sobre as melhores práticas de segurança.

Independentemente do sistema operacional usado, é crucial manter as medidas de segurança adequadas, manter-se atualizado com os patches e atualizações mais recentes e praticar uma boa higiene online para mitigar possíveis riscos.