Como o calor no verão pode afetar seu carro

Com o início do verão, o aumento das temperaturas pode ter um impacto significativo no seu carro e na sua manutenção. É importante entender como o calor pode afetar a mecânica do seu veículo e quais medidas você pode tomar para mitigar esses efeitos.

Vamos explorar os efeitos potenciais do calor em seu carro e discutir maneiras eficazes de combatê-los, garantindo que seu veículo permaneça em ótimas condições durante o verão.

calor afeta carro

Trocas de pneus

Durante o verão ou períodos de altas temperaturas, é fundamental ficar atento ao estado dos pneus do seu carro. O calor extremo experimentado em dias quentes pode levar a desgaste prematuro e possíveis riscos à segurança.

Para garantir a segurança rodoviária e minimizar o risco de acidentes, é importante verificar regularmente a profundidade do piso dos pneus. Embora o limite legal seja de 1.6 milímetros, é aconselhável manter uma profundidade mínima do piso de pelo menos 2 milímetros. Isso não apenas garante o cumprimento dos padrões de segurança, mas também proporciona uma melhor aderência na estrada.

Sinais de desgaste da pressão dos pneus

Além disso, é essencial monitorar a pressão dos pneus. Altas temperaturas podem causar um aumento na pressão dos pneus, mas é igualmente importante não dirigir com pneus murchos, pois aumenta significativamente o risco de estouro em 60%. Consulte a pressão dos pneus recomendada pelo fabricante e certifique-se de que ela seja mantida de acordo. Em casos de calor extremo, é aceitável um ligeiro excesso de 0.3 bar na pressão dos pneus.

Ao verificar regularmente a profundidade do piso e manter a pressão adequada dos pneus, você pode combater com eficácia os efeitos adversos do calor nos pneus do seu carro, garantindo desempenho ideal e segurança na estrada.

Perda de potência e aumento do consumo

Um efeito perceptível das altas temperaturas em nossos veículos é a perda de potência, que geralmente é atribuída ao funcionamento do ar condicionado (que pode de fato reduzir a potência). No entanto, a verdadeira razão por trás dessa perda de potência está relacionada à disponibilidade de ar para combustão no motor. À medida que a temperatura aumenta, o ar contém menos oxigênio, dificultando a queima eficiente do combustível, resultando na diminuição do desempenho do motor.

Os truques do motor do carro duram mais

Este efeito é particularmente evidente em motores turboalimentados ou superalimentados, especialmente aqueles sem intercooler, pois requerem mais ar para um funcionamento ideal. Portanto, a falta de oxigênio os afeta ainda mais, levando a uma perda de até 15 cavalos de potência. Cada grau adicional na temperatura do seu carro pode reduzir seu desempenho na estrada, resultando potencialmente em perdas de energia de até 15%. Se o filtro de ar também estiver sujo, essa situação se agrava.

Além da perda de potência do motor, essas condições também contribuem para o aumento do consumo de combustível. A mistura menos facilmente combustível causada pelo calor leva a uma maior taxa de consumo de combustível, resultando em um aumento médio de um litro por 100 quilômetros.

Para combater esses problemas, é importante verificar o sistema de ar condicionado e refrigeração do seu veículo. Qualquer vazamento no sistema pode causar superaquecimento do motor, podendo levar a uma avaria. As áreas comuns de vazamentos incluem tampa, mangueiras ou braçadeiras, que são relativamente fáceis de consertar. A chave é evitar que o motor funcione sem líquido de arrefecimento suficiente, pois isso pode resultar em superaquecimento e possíveis danos. A manutenção regular e o monitoramento do sistema de arrefecimento são essenciais para garantir o desempenho ideal e evitar reparos dispendiosos.

Sistema de quebra

Para evitar surpresas desagradáveis, é aconselhável verificar o estado dos travões. O sistema de freios é regularmente exposto a alto atrito, gerando calor. Durante o verão, a temperatura aumenta significativamente, aumentando ainda mais o calor transferido para os discos de freio. Em casos extremos, esse calor excessivo pode causar a deformação dos discos de freio, comprometendo sua eficácia. Além disso, a alta temperatura pode levar à evaporação mais rápida do fluido de freio.

Para mitigar esses riscos, é recomendável empregar certas técnicas de direção. Utilizar marchas baixas ao descer longas encostas em estradas e rodovias ajuda a desacelerar o veículo sem depender muito dos freios. Esta abordagem minimiza a tensão no sistema de travagem e reduz o risco de sobreaquecimento. Ao praticar esta técnica de direção, você pode ajudar a manter os freios do seu carro e garantir seu desempenho ideal durante os meses de verão.