Os melhores filmes baseados em fatos reais: guerra, catástrofes, política…

Embora haja uma infinidade de talentos soltos no mundo com escritores e diretores capazes de montar histórias originais emocionantes, certamente há poucas fontes de inspiração mais poderosas do que os eventos que acontecem todos os dias no mundo real. Além disso, de alguma forma, desde que a sétima arte se tornou uma forma de entretenimento de primeira ordem, o rótulo “baseado em fatos reais” serviu para trazer milhões de espectadores ávidos aos cinemas e preenchê-los com a promessa de nos mostrar a verdade.

Agora, há duas maneiras de ir ao cinema ver um filme “baseado em fatos reais”. Um é seduzido por um elenco de primeira linha com grandes atores se colocando no lugar de pessoas de carne e osso e dirigido por alguns dos grandes nomes da indústria, e outro é pelos acontecimentos que narra em si. Ou seja, um certo período histórico ou um evento dramático (quase sempre) que dá origem a montar um enredo que nos entretenha por algumas horas.

Os melhores filmes baseados em fatos reais

Então, mergulhando em alguns dos clássicos da história do cinema, vamos contar o que aqueles filmes baseados em fatos reais são para nós que você deve ver em algum momento de sua vida, e que mergulhe em momentos emocionantes da história da Humanidade. Aqui você tem todos eles:

O encouraçado Potemkin (1925)

Há quem o descreva como um dos melhores filmes da história do cinema. Dirigido por Sergei M. Eisenstein, é uma peça de propaganda a serviço da Rússia revolucionária no início do século XX e fala-nos do motim ocorrido num dos navios de guerra da Frota Vermelha. Como dizemos, para muitos é um dos momentos culminantes da sétima arte pelo uso que fez da montagem.

Citizen Kane (1941)

Esta é uma das obras-primas de Orson Welles, também protagonizada por ele próprio e na qual nos conta a história inspirada na vida do multifacetado William Randolph Hearst . O filme é um exercício narrativo colossal com uma história que começa com a morte de Charles Foster Kane pronunciando suas últimas palavras, que servirão de desculpa para um investigador começar a aprofundar seu significado perguntando a todos que o conheceram.

A corda (1948)

O que dizer dessa obra-prima portentosa de Alfred Hitchcock que ele queria filmar em um único plano (não conseguiu, mas quase) e que é inspirado no caso real de Nathan Leopold e Richard Loeb. Se você se lembra, tudo gira em torno de um assassinato e algumas pistas que levam ao culpado. Tudo, narrado através de algumas sequências que levam o espectador pela cena enquanto um extraordinário trabalho de atuação de James Stewart, John Dall, Farley Granger ou Cedric Hardwicke se desenrola diante de seus olhos.

Caminhos da Glória (1957)

Kirk Douglas protagoniza este filme dirigido por Stanley Kubrick que nos leva à Primeira Guerra Mundial, quando um líder de esquadrão deve assumir a responsabilidade para um ataque fracassado escolhendo quatro soldados que, injustamente, serão fuzilados acusados ​​de covardia. Sem dúvida, um filme comovente que nos traz de volta aos horrores que qualquer guerra causa.

Anatomia de um assassinato (1959)

Otto Preminger dirige James Stewart, Lee Remick, Ben Gazzara e George C. Scott em um thriller estrelado por um casal que procura um advogado para provar a inocência de seu marido, acusado do assassinato de um suposto estuprador de sua esposa. O roteiro tem sua origem em um caso real que aconteceu em 1952 e é um daqueles filmes que te mantém grudado no sofá até o último momento sem saber direito o que vai acontecer.

Todos os homens do presidente (1976)

O caso Watergate foi um dos gatilhos para a demissão de Richard Nixon nos anos 70, então o filme de Alan J. Pakula, estrelado por Robert Redford e Dustin Hoffman, nos leva de volta ao ano de 1972, quando dois jornalistas do Washington Post (o lendário Bob Woodward e Carl Bernstein), começar a investigar o que parece mais do que apenas um simples ataque nos escritórios da sede do Partido Democrata.

Pelotão (1986)

Oliver Stone, que já conhecíamos por seu filme extraordinário wall Street , decide colocar suas memórias da Guerra do Vietnã a serviço do cinema em uma trilogia que começa com Pelotão , continua com Nascido em 4 de julho e conclui com Céu e terra . Através de seu olhar vamos descobrir os horrores da guerra e as consequências para muitos soldados que nela lutaram. Neste filme podemos desfrutar de performances extraordinárias de Charlie Sheen, Tom Berenger e Willem Dafoe.

JFK (1991)

O próprio Oliver Store decide revisitar um dos assassinatos mais importantes do século 20. O que aconteceu nas ruas de Dallas em 22 de novembro de 1963. O filme adapta o investigações realizadas pelo promotor público de Nova Orleans, Jim Garrison , que começa a descobrir imprecisões e pequenas pistas que parecem apontar as causas do assassinato em um endereço diferente do oficial. Extraordinária a presença de Kevin Costner, Jack Lemon ou Gary Oldman.

Lista de Schindler (1993)

O que dizer de uma das obras-primas de Steven Spielberg. O filme com o qual a Academia de Hollywood se rendeu ao diretor de ET O Extraterrestre e que nos conta a história de um empresário alemão que, em plena Segunda Guerra Mundial, decide arriscar sua vida e sua posição para salvar 1,200 judeus do extermínio. Um filme cru e brutal que todos deveríamos ver uma vez na vida para ter consciência da magnitude do que aconteceu com aquela “solução final” de Hitler.

O Dilema (1999)

Michael Mann dirige um elenco extraordinário em um filme que nos conta sobre os excessos cometidos pela indústria do tabaco e como, ao ver suas armadilhas descobertas para priorizar o dinheiro à saúde, ela se volta contra aqueles que quero trazer à luz toda a verdade dessas práticas. É estrelado por Al Pacino, Russell Crowe e Christopher Plummer.

O Resgate do Soldado Ryan (1999)

Spielberg, sensível ao período traumático da Segunda Guerra Mundial, faz o retrato mais grosseiro e selvagem do que o início significou na Europa ocupada pelos nazistas. O filme começa por recriar de forma extraordinária os desembarques na Normandia e leva-nos ao interior da França, onde se encontra um soldado que perdeu os seus três irmãos na guerra. Um grupo irá procurá-lo para devolvê-lo são e salvo para casa. A história é inspirada em um caso real , embora a liberdade criativa de Steven Spielberg coloque a ação em um cenário diferente do original, tomando como referência um caso que na época era conhecido como o dos irmãos Niland.

Treze Dias (2000)

Roger Donaldson dirige um filme que nos conta o momento da história em que o mundo estava prestes a experimentar um confronto nuclear entre os EUA e a URSS. Foi em outubro de 1962, quando o governo Kennedy descobriu que os soviéticos estavam instalando mísseis em Cuba. Tudo o que aconteceu na Casa Branca, com as negociações e tensões derivadas desse confronto, ficará evidente enquanto o mundo prender a respiração. Documentos desclassificados da CIA e gravações feitas nas instalações do prédio presidencial foram usados ​​para escrever o roteiro.

Cidade de Deus (2002)

Um filme imperdível, dirigido por Fernando Meirelles e Kátia Lund, que nos leva ao cotidiano de uma favela brasileira. Lá conheceremos as condições em que vivem milhares de pessoas e que se destaca, não tanto pelo que conta, mas por como conta, com um estilo que será tão estranho quanto atraente. Experimente, porque vai te chocar.

Unidos 93 (2006)

Nos ataques de 9 de setembro, das quatro aeronaves que iriam colidir com alvos no solo, três atingiram seus objetivos e a quarta foi o vôo 11 da United. Este filme chocante recria o que aconteceu naquele avião onde os passageiros se rebelaram contra seu destino de enfrentar os sequestradores. O resultado foi um acidente em campo aberto que evitou uma grande tragédia e transformou os protagonistas desta história em heróis de toda uma nação.

A Rede Social (2010)

David Fincher dirige a história de como Mark Zuckerberg fundou o Facebook através de um roteiro assinado por Aaron Sorkin, que foi inspirado nas páginas do livro Os bilionários acidentais por Ben Mezrich. Ao longo de todas as filmagens dele vamos descobrir como é a personalidade de um dos homens mais ricos do mundo e as decisões que ele tomou para tornar realidade a ideia de conectar milhões de pessoas. Quem nunca viu esse filme?

O Impossível (2012)

Um de nossos melhores diretores espanhóis, Juan Antonio Bayona, dirige este drama inspirado nas desventuras de uma família espanhola que foi na Tailândia durante o tsunami de Natal de 2004. Estrelado por Naomi Watts, Ewan McGregor e um muito jovem Tom Holland, viveremos em primeira pessoa o poder destrutivo da natureza e como o acaso às vezes marca nossos destinos.

Dunquerque (2017)

Christopher Nolan deixou os filmes de super-heróis e de ficção científica de lado por um momento para se concentrar em um dos episódios mais lembrados da Segunda Guerra Mundial. A evacuação do exército aliado que foi encurralado nas praias de Dunquerque, na França. A história, baseada em fatos reais, se desenrola através dos olhos dos soldados que esperam em terra, dos aviadores que sobrevoam a costa e das tripulações dos navios que vão ao seu encontro. Um filme que você deve ver…obrigatório.

O Caso Dreyfuss (2019)

Roman Polanski se transforma em filme um dos maiores escândalos vividos no exército francês entre o final do século XIX e o início do século XX. O chamado “caso Dreyfuss”, a história de um oficial que, em janeiro de 19, é descoberto espionando para a Alemanha e enviado para cumprir pena de prisão perpétua na Ilha do Diabo. Embora em breve o que parece óbvio, não será assim.