Os CDs e DVDs estão obsoletos? Explorando seu papel na tecnologia moderna

Na era do armazenamento em nuvem e das unidades de alta capacidade, mídias ópticas como CDs e DVDs parecem relíquias do passado. No entanto, estes formatos persistem, surpreendentemente resilientes e ainda em uso para fins específicos.

Vamos explorar o apelo duradouro dos CDs e DVDs, sua funcionalidade na computação moderna e se eles ainda têm valor em nosso mundo digital.

leitor de cd

O charme duradouro dos CDs e DVDs

Recentemente, me deparei com um antigo gravador de DVD externo e pilhas de CDs e DVDs virgens e gravados enquanto limpava minha casa. Esses discos incluíam versões antigas de sistemas operacionais e backups de jogos e filmes de PC – alguns com mais de 20 anos. Apesar da idade e das condições de armazenamento nada ideais, muitos desses discos ainda funcionavam, permitindo-me recuperar dados esquecidos.

Esta descoberta levou-me a experimentar novamente estes discos ópticos, revisitando a sua utilização num ambiente contemporâneo. Aqui está o que encontrei:

Usos práticos da mídia óptica hoje

1. Armazenamento limitado, mas útil para necessidades específicas

  • Os CDs oferecem apenas 700 MB de armazenamento e os DVDs fornecem cerca de 4.7 GB. Embora inadequadas para arquivos grandes ou mídias modernas, essas capacidades podem ser úteis para conjuntos de dados menores. Por exemplo, achei os CDs úteis para fazer backup de músicas originais para o som do meu carro – um nicho, mas de uso prático.

2. Soluções de backup seguindo a regra 3-2-1

  • Apesar da sua capacidade limitada, os DVDs podem fazer parte de uma estratégia abrangente de backup. A regra de backup 3-2-1 – manter três cópias totais de seus dados, duas em formas de armazenamento diferentes e uma externa – pode incluir DVDs como mídia de backup secundária.

3. Instalação de software e jogos retrô

  • Os DVDs ainda podem servir para armazenar arquivos de instalação para formatar computadores ou para guardar uma coleção de jogos retrô, sendo que ambos não necessariamente exigem muito espaço.

A viabilidade dos gravadores de mídia óptica

Surpreendentemente, o software necessário para gravar estes discos ainda está disponível e funcional em sistemas modernos como Windows 11. Programas como Nero Burning ROM, Alcohol 120% e ImgBurn oferecem soluções robustas para gravação de CDs e DVDs até hoje.

Por que estou abandonando CDs e DVDs

Apesar da sua utilização, a realidade é que os CDs e DVDs estão a tornar-se obsoletos. A tecnologia não acompanhou os rápidos avanços nas soluções de armazenamento digital. Depois de fazer backup dos dados dos meus discos antigos em um disco rígido externo de 16 TB e na nuvem, a praticidade de usar mídia óptica diminuiu para mim.

Decidi continuar usando DVDs para criptografar e armazenar dados privados que desejo manter fora de alcance – uma vantagem exclusiva da mídia óptica devido à possibilidade de criptografia de dados e controle físico.

Conclusão: nostálgico, mas limitado

Mídias ópticas como CDs e DVDs evocam uma sensação de nostalgia e ainda podem ser úteis em cenários específicos, especialmente quando se trata de backups em pequena escala ou de privacidade de dados. No entanto, a sua relevância está a diminuir face às opções tecnológicas superiores disponíveis atualmente.